Branquinho e o pedreiro fodendo muito

O branquinho e o pedreiro fodendo bem muito na cama. Neste conto erótico gay eu relato como foi esta história maravilhosa que vivi.

Sou um branquinho safado, gay passivo, adoro foder com homens negros pois eles costumam ter a piroca bem grande, do jeito que eu amo, é muito bom ser penetrado por elas.

Um pedreiro de 40 anos estava trabalhando em minha casa, reformando um dos meus quartos, desde o primeiro dia ele olhava para mim diferente até que um dia eu resolvi ter atitude e ofereci dinheiro para ele em troca de um sexo gostoso.

– Você sabe que eu sou gay né? Perguntei.

– Sim senhor, tenho observado isso. Ele respondeu.

– Você teria interesse em me foder por 100 reais? Não fique com raiva, é porque eu vejo você me olhando e isto me dar tesão, se você não quiser tranquilo. Falei para ele.

– 100 é pouco senhor, 150 eu como você com gosto. Falou ele.

– Fechou então. Falei.

Branquinho e o pedreiro

Fomos para um quarto e tiramos a roupa, fui pegar no pau dele para chupar mas ele não deixou, falou que era pra eu ficar quietinho, que ele que iria fazer tudo, obedeci.

Ele mandou eu me deitar na cama, deitei, ele arreganhou minhas pernas e ficou esfregando seu pau grande entre o meu pau e meu cuzinho até o pau dele ficar bem duro, parecendo pedra.

Depois ele cuspiu na cabeça do seu pau e foi socando no meu cu, para entrar doeu bastante mas depois foi ficando delicioso, ele era bruto, enfiava sem pena e eu gemia gostoso sendo rasgado por aquele pau maravilhoso.

O pedreiro foi se empolgando e enfiando cada vez com mais força, arrombou o branquinho que vos fala bastante e quando se excitou disse que meu cu era bem apertadinho, que tava bom.

Foram os 150 reais mais bem pagos da minha vida, ele gozou dentro do meu cuzinho e voltou a trabalhar enquanto eu fiquei na cama pensando no pau dele. Que pica deliciosa.

Branquinho e o pedreiro
Branquinho e o pedreiro

Mais: