Despedida de solteira com muita putaria

Minha amiga Flávia namorava há 5 anos e já estava com data marcada para o casório.
Sou muito próxima dela, acho que sou uma das melhores amiga. Além disso, conheço praticamente todas suas amigas.

Para comemorar com as amigas sua despedida de solteira, Flávia resolveu fazer um chá de lingerie, claro, fui a primeira a ser convidada e fiquei responsável pelas brincadeiras, pela decoração e bebidas.

Caprichei em tudo, usei cores fortes para decorar e comprei tequila. Queria ver a despedida de solteira pegar fogo.

Sempre fomos pra frente, animadas e não seria diferente na despedida de solteira da minha melhor amiga. Comprei uma lingerie linda, era uma das mais bonitas da lojinha.

Flávia começou a abrir alguns presentes e eu já tinha combinado que o meu seria logo em seguida, afinal ela teria que vestir a lingerie. Não paguei caro para ela usar apenas para seu futuro marido.

Ela ficou envergonhada, mas com a pressão das meninas ela vestiu a lingerie vermelha e essa foi a primeira brincadeira.

Ficou muito boa nela, seu corpo favorece muito qualquer roupa.

Para animar ainda mais as meninas a segunda brincadeira era todas tomar um shot de tequila e assim foi. Fizemos dois shots seguidos.

Deixei a surpresa para o final, pois sabia que todas iriam gostar.

Abrindo mais presentes ela recebeu alguns itens para apimentar a lua de mel e ganhou um vibrador de Samara, a mais safada e mais piranha do grupo. Mas esse fazia parte de umas das brincadeiras, pois fizemos Flávia rebolar sobre o vibrador no chão e depois de mais um shot de tequila ela estava mais “soltinha”.

Ela encarou o desafio e sensualizou para o vibrador como se estivesse para seu noivo. Vibramos com a desenvoltura dela e os gritos foram altos no momento que ela brincou com o vibrador e colocou na boca. Ela ainda mamou aquele negócio grosso.

E para nossa surpresa Flávia enfiou a prótese peniana sobre a calcinha e começou a esfregar sobre sua buceta. Fiquei boba com o que estava acontecendo, não conhecia aquele lado “puta” de Flávia, apesar que quando ela era solteira já tínhamos ficado com o mesmo cara.

Como o noivo não estava e eu fiquei responsável por organizar quase tudo do Chá de lingerie, contratei um gogo boy para agitar. Só que eu contratei com um pedido especial, ele deveria ficar de pau duro e fazer tudo que fosse solicitado no momento, a despedida de solteira tinha que ser maravilhosa.

Ninguém sabia disso e no meio do Chá fui buscar o rapaz que estava em um quarto aguardando ser chamado.

Quando chegamos no local do Chá todo mundo ficou sem entender, mas começaram a gritar.

Comecei a explicar que ali seria a despedida de solteira de Flávia e que era para ela aproveitar o máximo, pois seria a última vez com outro cara. As meninas ficaram loucas e começaram a gritar novamente.

O gogo boy começou a dançar para ela sem encostar e logo tirou a camiseta mostrando seu corpo saradão. Que homem gostoso. Gritamos muito.

Ele pegou a mão dela e começou a passar sobre seu corpo. O noivo de Flávia nem imaginava que ela estava se esfregando com um gogo boy naquele momento. Ela fazia tudo que ele ordenava.

O gogo boy segurou a mão dela e começou a deslizar sobre o corpo dele e desceu até a sua piroca. Ela ficou surpresa com aquilo e ficou com vergonha, ela estava vermelha, mas mesmo assim manteve a mão na piroca do rapaz. A gente gritava muito e ria do que estava acontecendo.

Despedida de solteira com muita putaria e oral

De repente o gogo boy tirou a calça e ficou só de sunga para ela, ou melhor, para nós.
E foi aí que a brincadeira começou a ficar apimentada, ele estava de pau duro, marcando muito na sunga. Daí ele colocou mais uma vez a mão dela na rola dele sobre a sunga. Flávia estava morta de vergonha e sem jeito, mas louca e impressionada com o tamanho do membro do rapaz. Ele colocou ela de costa sobre seu corpo e começou a esfregar seu cacete sobre a bunda dela. As meninas estavam eufóricas e loucas para estarem no lugar dela. Quem não queria aquele homem!?

Tinha uma delas que já tinha passado a mão no rapaz e eu também aproveitei para pegar, claro. E assim ele continuou, dançando bem agarradinho dela, deslizando sua mão sobre o corpo de Flávia. A putaria estava solta, ninguém poderia saber o que estava acontecendo ali.

O rapaz colocou Flávia de frente para ele e baixou a sunga, ficando com a rola grande e reta apontando para ela. Coitada da minha amiga, estava louca de vontade, mas morrendo de medo e pensando no noivo.

Que situação, mas mesmo assim ela obedeceu o gogo boy e pegou no cacete dele. Ela masturbou ele. Ficamos eufóricas com aquela cena. Acho que todas meninas estavam desejando o cara, até mesmo as casadas.

Ela pegou na rola com as duas mãos e começou a fazer os movimentos de vai e vem, como se estivesse tocando uma punheta. Eu não sabia mais se era um Chá de lingerie ou uma despedida de solteira. Minha amiga estava com uma lingerie perfeita, mostrando seu corpão, aquelas pernas grossas e um homem dotadão na sua frente.

Loucura foi quando Flávia se ajoelhou e fez como se fosse fazer um boquete no rapaz. Todas rimos, mas ela só brincou.

Acho que ela já tinha perdido o medo e só queria aproveitar o momento, foi aí que ela enfiou a cabeça da rola do homem na boca. Gritamos muito, mas muito mesmo. Estava engraçado, excitante e perigoso. Imagina só prestes a casar e de boca em outra rola!? Que loucura!!!

Flávia segurou no cabelo com uma mão, com a outra na rola do rapaz e com a boca fazia movimentos de vai e vem. Ela estava muito empolgada. Os movimentos se intensificaram e ela me chamou para participar também.

O que estava acontecendo? Tínhamos passado dos limites, mas fui e mamei muito o gogo boy. Eu não tinha nada a perder mesmo. Se a noiva poderia mamar uma rola diferente, por que eu não poderia??? Fui mesmo!!! Todas queriam estar ali e foi o que aconteceu, só Alice e Fernanda que preferiram ficar de fora. Mas as outras brincaram.

Uma pegava na bunda do rapaz, outra beijava, eu e Flávia dividíamos a piroca. Fizemos o gogo boy gozar. Ficamos com o rosto sujo de porra, mas muito sujo mesmo. Foi uma super gozada. Foi a melhor despedida de solteira da nossa vida.

Começamos a rir muito, não sabíamos se estávamos loucas ou se realmente tínhamos feito uma despedida de solteira de verdade. Fomos para o banheiro lavar o rosto e Flávia já demonstrava uma cara de arrependida, mas contente. Foi a última rola diferente que ela chupou.

Agora, passará o resto da vida dela dando para o mesmo cacete.

Voltamos para o salão e as meninas também já tinham aproveitado o suficiente do gogo boy. Ele se vestiu, paguei pelo serviço, ou melhor, paguei mais do que havia combinado e ele foi embora. Em seguida as meninas foram embora e ficou apenas eu, Flávia, Samara, e Andreia para arrumar toda bagunça.

Essa foi a despedida de solteira da minha melhor amiga que iria casar, formar uma família e ter filhos.

Despedida de solteira
Despedida de solteira