Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos porno » Contos eróticos gay » Do virtual! Pra real. O que aconteceu desse dia em diante.

Do virtual! Pra real. O que aconteceu desse dia em diante.

Publicado em 5 de janeiro de 2023 por Guri do interior

Desculpem por não ter colocado o nome do Flávio meu preto de 46 anos no outro conto. Depois de Flávio gozar deitou-se na cama e mandou eu ficar de quadro em cima da sua cara e chupar seu pauzão preto maravilhoso até ficar duro novamente. Flávio disse então que iria lamber meu cuzinho e deixar preparado pra fuder bem gostoso e com força igual como ele faz com suas outras putinhas.

Aquilo que ele falava me deixava com um pouco de medo mas com muito tesão e prazer. Flávio lambia meu cuzinho e também chupava meu pau até o meio com dois dedos dentro do cu em um ritmo alternado. Eu rebolava minha bunda em sua cara enquanto chupava seu pauzão gostoso tentando engolir todo! Virei o meu rosto olhando direto pra seus olhos e disse que queria dar meu cuzinho pra ele dentro da banheira. Fomos pra lá e fiquei chupando seu pauzão preto delicioso ajoelhado com Flávio sentado na borda enquanto a banheira enchia. A banheira já estava cheia e Flávio falou que iria socar agora, pedi pra esperar um pouquinho que eu iria pegar as camisinhas e um lubrificante que levei junto comigo. Flávio disse que não queria fuder com camisinha,mas eu insisti dizendo que poderia sujar seu pau com cocô. Flávio com um tom mais grosso na voz falou que iria meter sem capa e se eu fosse me cagar era pra segurar e fazer na privada.

Então passei o lubrificante no meu cu e em seu pauzão. Flávio me pegou pela cintura mandou eu segurar seu pauzão e sentar em cima até entrar tudo. Eu já não tinha mais controle de nada já tinha me tornado sua putinha submissa. Flávio me empurrava contra seu pau mandava eu rebolar  falando putarias e sacanagens mandando eu repetir e me humilhar pra ele fuder meu cuzinho. Nossa tudo era uma delícia maravilhosa um tesão gostoso sem igual a tudo que já havia sentido! Flávio me fudeu de todas as formas!vaqueira normal invertido,de quatro em pé de joelhos com o resto do corpo deitado pra fora da banheira. O que vocês poderem imaginar ele fez comigo! Ele gozou primeiro dentro do meu cuzinho e eu logo depois eu na punheta. Flávio era tão dominador que depois de gozar ficou tirando e colocando todo seu pauzão gostoso no cuzinho até mandar eu chupar, e se não bastasse tudo isso mandou eu gozar em cima da sua mão e esfregou na minha cara e mandou eu limpar seus dedos e finalizou mijando em cima de mim.

Como eu já estava conformado que tinha virado sua putinha safada, obediente e submissa!Flávio disse que na próxima vez iria ver se conseguia trazer um amigo ou amiga pra participar com nos,e que eu teria que me vestir de mulher e fingir ser sua esposa ou uma putinha que pegaram e drogaram em uma festa ou que invadiram a casa pra roubar. Disse a ele que isso seria legal e só toparia se não houvesse violência e que me respeitassem a hora de eu achasse que estava demais,e ainda disse que uma das fantasias que sinto desejo é ser violentado na cadeia por 2 ou 3 negão pauzudos. O que houve daí em diante é outra história que irei contar se quiserem saber mais me deixando um comentário. Abraço a todos!

0 0 votes
Avalie esse conto:
112 views

Contos Porno relacionados

Comentários

guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
© 2023 - Contos porno
0
Clique aqui para comentar esse conto!x