Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos porno » Contos de incesto » Eu era sobrinho,afilhado e como um filho pra ela!

Eu era sobrinho,afilhado e como um filho pra ela!

Publicado em 11 de janeiro de 2023 por Guri do interior
  • Olá! Na época em que isto aconteceu eu tinha 14 anos. Minha tia e também minha madrinha Isabel (tia Isa)era a irmã do meio da minha mãe, na época ela estava com 32 anos quando meu padrinho Dirceu o tio Dico como o chamávamos sofreu um acidente de moto e ficou em coma. Eles não tinham filhos mas me tratavam como se eu fosse filho deles! Com o acidente do tio dico tia Isa pediu pra eu ficar com ela em sua casa pra não ficar sozinha ao longo do dia nas noite em que não pousava no hospital. Tia Isa era uma mulher um pouco gordinha mas com um lindo rosto charmosa e gostava de usar roupas provocantes.

    O que me deixava as vezes com tesão e de pau duro principalmente durante a noite em que dormíamos juntos na mesma cama com ela usando um roby bem curtinho colado no rabo. Após algumas noites comecei a fingir estar dormindo e fazia com que meu pau duro encostasse nela. No início ela se afastava quando sentia meu pau, mas aos poucos ela começou a não se importar com aquilo e as vezes ela fingindo que também estava dormindo roçava sua bunda no meu pau e a cada noite as coisas iam aumentando e ficando mais quentes entre nós. Até que uma noite eu usando um calção de futebol e sem cueca com meu pau duro encostado em sua bunda ela se virou de barriga pra cima fingindo e fez com que seu braço encostasse no meu pau, e eu fingindo dormir também me mexi um pouco e fiz com que meu pau tocasse sua mão por cima do calção e aos poucos ela começou a passar o dedo pra sentir o meu pau um pouco mais.

    Eu já não sabia o quanto mais iria aguentar tudo aquilo que estava acontecendo até que com um movimento discreto coloquei meu pau pra fora por uma das entradas do calção na perna e ficou todo em cima da sua mão, me controlando pra fingir estar dormindo comecei a sentir que ela começou a fechar sua mão em volta do meu pau e bem de vagar e com calma começou a me masturbar. Quando ela aumentou o ritmo no meu pau não me controlei mais, passei meu braço por trás do seu pescoço e fiz com que ela ficasse de lado pra mim e a beijei enfiando a outra mão na sua buceta e em poucos segundos ela jogou seu corpo por cima do meu baixou seu roby e enfiou meu pau dentro da sua buceta e começou a cavalgar com força dando gemidos e suspiros de prazer com se não quisesse que ninguém ouvisse. Acho que eu gozei em 5 minutos e notei que ela também começou a gozar ao sentir minha porra na buceta pois deitou seu corpo no meu segurou meu cabelo com força e ficou se contorcendo com meu pau todo dentro da buceta. A noite não acabou por ai! Mas isso irei contar mais pra frente ok.

0 0 votes
Avalie esse conto:
516 views

Contos Porno relacionados

Comentários

guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
© 2023 - Contos porno
0
Clique aqui para comentar esse conto!x