Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos porno » Contos eróticos picantes » Fantasias de Mulher Casada

Fantasias de Mulher Casada

Publicado em 7 de junho de 2024 por Lacerda Calixto

Fantasias de Mulher Casada

(Todos os nomes são fictícios para preservar a minha identidade/#Alorgasmia)

A Meu Nome é Lorena, e quero contar o que acontece na nossa mente de mulher, e não temos coragem de falar para os nossos maridos.

A ideologia que passamos para as passamos para a sociedade é que mulher casada não sente tesão por homens fora do casamento; mas, é uma verdadeira utopia esse pensamento. Com isso não está configurado que somos infiéis, e sim que precisamos sentir emoções diferentes para suportar as pressões de cada dia.

Aconteceu comigo, que passado três anos de casamento, fiquei desgastada, tendo em vista, a mesma maneira de fazer sexo com o único homem da minha vida. Então, certo dia fui para o aniversário de uma amiga, que foi realizado em uma piscina, e sendo surpreendida pelos amigos do Everaldo (meu esposo), nos quais eles estavam de tanga, e aproveitando o momento para observar os detalhes de cada um, pois estava com óculos escuro, contemplei aquelas barrigas tanquinho, peles bronzeadas, coxas peludas e grossa, sem falar no Jackson que tinha as suas genitálias avantajadas que produzia um volume generoso naquela vestimenta de banho.

No final do dia fomos para casa, e naquela noite, desliguei a luz do quarto como era de costume, ficando em completa escuridão; e em um ímpeto de desejo, lancei-me de boca no pênis do meu esposo, sem que ele esperasse aquela atitude. Normalmente, não curto sexo oral, no entanto naquele momento eu estava tomada por um desejo libidinoso sobre humano, e entreguei-me completamente ao meu esposo, orquestrando gemidos e contrações musculares em meio a pensamentos proibidos, com aqueles corpos masculinos que havia contemplado na piscina.

Estava presente de corpo com meu esposo, no entanto a minha mente vagava em cada detalhe daqueles corpos alheios, no bronze da pele, no pelo, mas mamas e nos volumes do púbis daqueles meninos, são não me permitir os rostos e os nomes, aproveitando somente a exposição erótica de cada amigo do meu esposo.

De certa maneira, tive a impressão que o Everaldo (esposo) sabia o que estava se passando em minha mente; mas, não ensoreou nem falo sobre o assunto, no entanto passamos a frequentar os balneários, coisa que não fazíamos antes.

Outra experiência que contarei em poucas palavras para que a leitura não fique cansativa. Aconteceu no final de ano 2023, em que fomos para a virada de ano em uma praia da minha região, estando a mesma turma de amigos; e na primeira noite todos estavam bebendo ao redor de uma fogueira à beira mar em frente da casa; era por volta das 21:00 horas, e falei para meu esposo que precisava ir ao sanitário, e chegando na sala da casa ouvi o gemido de um casal que estava no primeiro quarto transando, de modo que ao passar vi o Jackson com a Bruna, sua esposa transando; fiquei tomada de medo, mas acreditando que eles não haviam me visto, permaneci por trás de uma grande cortina, contemplando a beleza da sexualidade entre um casal; confesso que nunca imaginei ser tão maravilhoso, porque toda vida estive praticando e agora apareceu a oportunidade de ser plateia em uma relação sexual.

Estive sem fôlego, a ponto de desmaiar ao ver o pênis de 20cm grosso do Jácson, penetrando em  Bruna, uma mulher de pequena, nunca imaginei que fossemos capaz de suportar aquele volume de rola, e ainda por cima sentir prazer. Quanto aqueles dois malucos, sem movimentarem compulsivamente tirando vantagem do corpo do outro, foi algo tão real que cheguei a ver o grande volume de sêmen saindo daquela vagina, como se fosse uma bolsa de plástico se rompendo saído algum tipo de conteúdo pastoso. Confesso que até vi o orifício anal do Jácso abrindo e fechando no momento que ele gozava. Por outro lado, eu estava toda molhadinha, tendo o primeiro orgasmo sem me tocar; foi uma experiência ímpar, na minha vida.

Logo após aquele episódio de beleza e cor, fui ao sanitário e voltei pela parte lateral da casa para não ser flagrado por aquele casal. Quando cheguei na praia, os nossos amigos estavam se recolhendo de volta para casa, e pedi para o meu esposo ficar mais um pouco, porque era noite de lua e estávamos confortáveis com coberto. Passaram vinte minutos, tudo estava deserto, então sem nenhuma cerimônia, coloquei a mão dentro do calção do meu esposo, percebendo que ele estava completamente excitado. Como resposta, sem o menor temor, senti as minhas roupas serem removidas, e a sua língua que compulsivamente lambia o meu clitóris; fazendo apenas um pequeno questionamento: Você está molhada além do normal, o que aconteceu? Como resposta, falei que vi o Jackson e a Bruna transando. Por fim, o meu esposo penetrou nas minhas entranhas e em menos de um minuto, estávamos gozando como dois animais no cio.

MEU QUESTIONAMENTO PARA VOCÊ MULHER QUE LEU A MINHA HISTÓRIA:

Embora nunca ter traído o meu esposo, nem tão pouco querer transar com outro homem      É normal ter esse tipo de fantasia pensando em outro pênis entrar na minha vagina. Mesmo que essa pessoa não exista, seja apenas a imagem de um homem, ou no caso um artista famoso que nunca haverá a menor probabilidade de ficar com o mesmo.

Preciso da sua opinião, que não seja uma crítica, e sim, orientação se acontece isso com as outras mulheres.

Envie a sua resposta para o E-mail

dasabrasil43@gmail

0 0 votes
Avalie esse conto:
39 views

Contos Porno relacionados

Comentários

guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
© 2024 - Contos porno
0
Clique aqui para comentar esse conto!x