Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos porno » Contos de putaria » Fui dar gostoso a Buceta para um velho negro catador de de recicláveis

Fui dar gostoso a Buceta para um velho negro catador de de recicláveis

Publicado em 23 de janeiro de 2022 por Cafetão

Meu nome é Luana sou de São Paulo, tenho 29 anos ,sou uma moça loira , seios grandes fartos, bunda exagerada de grande , coxas grossas lisinhas ,sou responsável por uma loja de eletrodomésticos famosa, tenho duas amigas desde a infância.

Algum tempo atrás eu mais minhas amigas íamos em uma balada aqui mesmo em nosso bairro, quando saíamos daquela balada já pela madrugada passávamos por um atalho para chegarmos mais depressa em nossas casas era um caminho que só tinha dois barracos um longe do outro porém alí tinha iluminação, todas às vezes que passávamos víamos um senhor magro negro encostado ao poste bem enfrente a um dos barracos, quando ele via eu e minhas amigas aquele senhor negro mexia com nós, fazia piadinhas , chamava nós de gostosas, falava um monte de coisas, nos chamava para entrar no barraco dele e tomar um refrigerante com ele, minhas amigas xingavam ele que ficava rindo,eu porém não falava absolutamente nada , contudo observava o volume do pau daquele senhor negro na bermuda fina surrada daquele homem e ficava imaginando como seria o tamanho grossura daquele pau entretanto não comentava nada disso para as amigas,mas ao chegar em casa entrava para meu quarto antes de dormir pegava o travesseiro sentava nele se esfregava batia uma deliciosa siririca imaginando que estava sentada no pau daquele senhor negro ,eu teria que bolar uma maneira para dar aquele homem.

Em um final de semana uma das minhas amigas me enviou uma mensagem me chamando para irmos em outra balada em outro bairro,ignorei a idéia dela falei pra ela que não iria sair de casa naquela noite porque estava gripada com dor de cabeça , foi a desculpa que dei pra ela, era a chance minha sem minhas amigas por perto naquela noite para eu dar aquele velho ,pois bem coloquei uma saia a mais curta que tinha , uma blusa super decotada e fui para aquela balada de costume de ir , chegando lá o de sempre música ruim,velhas cantadas , etc , na verdade o meu objetivo naquela noite era dar aquele senhor ,saí daquela balada passando por aquele atalho andei um pouco e lá estava aquele senhor negro encostado ao poste quando ele me viu me perguntou por minhas amigas e falou é muito perigoso uma moça bonita atraente sozinha pela madrugada eu não falei nada com ele,mas dei uma olhada no volumão do pau do velho na bermuda, conversamos um pouco, ele me falou que mora sozinho naquele barracão e convidou_me para tomar um refrigerante com ele já que eu estava sem as amigas , falei que estava indo para casa , mas ele insistiu comigo eu fazia de dura mas no fundo estava louca para entrar naquele barracão tomar o refri e dá a buceta e o cuzinho para aquele velho .

Entrei para dentro do barraco dele , ele fechou a porta eu sentei no sofá a minha saia extremamente curta se levantou um pouco minha calcinha branca apareceu parcialmente e o velho viu , nossa ele ficou super contente com minha presença no barraco dele e falou comigo que mora sozinho , ele falou que é catador de materiais recicláveis , me falou que tem 71 anos , ele quis saber o que eu faço falei para ele que gerencio uma loja de eletrodomésticos famosa,foi aí que ele se lembrou e falou você é aquela loira rabuda gostosa ,coxuda daquela loja, falei que sim sou eu mesma e sentou_se pertinho de mim e falou nossa te olhando de perto é que vejo você é bem mais linda , que pele branquinha, ele passou as mãos em minhas coxas grossas e foi alisando minha bunda grande e falando que pele lisinha e fina você tem , já fui me sentindo molhada , desabotoei minha blusa desplendi meus seios enormes do sutiã , aquele velho palpou meus seios , apertou_os mamou neles e falou que nunca tinha visto seios grandes e durinhos iguais ao meus.

Aquele senhor me levou para o quarto e colocou pra fora da bermuda aquele pauzão mais parecido com o pau de um cavalo ,o velho olhou pra mim e falou moça loira gostosa vou te comer a madrugada inteira e deitou na cama com a barriga para cima e disse a mim gostosa senta aqui vou arrombar essa buceta sua , já sem roupa sentei naquele pauzão imaginava vou ficar toda arrombada mas vou adorar pois eu era louca para dar aquele senhor.

Ele me segurou pela cintura ,eu sentada com a buceta naquele pauzão de cavalo eu rebolei , cavalguei aquele pauzão entrou arrombando minha rachada apertada , não parei de rebolar eu gemia incontrolada nossa que delícia não me controlei meus desejos e gozei foi bom demais , o velho quis ficar por cima de mim , deitei abri me arreganhei toda ao máximo ele veio para cima de mim , joguei minhas coxas grossas em cima dele e prendi ele com minhas pernas ele enfiou aquele pistolão em minha buceta socou , o velho de 71 anos estava afim de saciar , e foram socadas e mais socadas , estocadas , abracei ele , eu debaixo dele gemia , rebolei meu bundão , o velho não parava de socar bombando sem parar até que gozou ah que delícia quando senti a sensação de porra quente bem dentro da buceta rebolei, rebolei sussurrando e gozei gostoso ah que delícia , ele continuou bombando , ele me falou que não batia uma punheta e não pegava uma mulher fazia tempos e que tinha muita porra guardada pra mim , aquele senhor negro ficou em cima de mim mais de uma hora socando bombando e gozando.

Mas ele falou loira branquinha safada do bundão, gostosa quero arrombar seu cuzinho também , fiquei comedo de doer mas fazer o que ele iria comer mesmo o meu cuzinho , posicionei de quatro o velho deu tapas em meu rabão e foi enfiando sem piedade aquele pauzão em meu cuzinho doeu , ele socou em meu cuzinho , bombando , foi arrombando meu cuzinho , a dor aliviou e melhor foi quando ele gozou e despejou porra quente em meu cuzinho foi tanta porra que escorreu pela minha bunda melecando meu rabo , achei que o velho já estava saciado e já satisfeito foi então que ele me agarrou pelos cabelos e falou safada agora quero quero ver você mamando no meu pau e introduziu aquele pauzão em minha boca e pressionando minha boca naquele pauzão e socou,socou muito várias vezes , repetidas vezes , mamei naquele pauzão quase não cabendo em minha boca , suguei , suguei , o homem não poupou socou,socou até gozar enchendo minha boca de porra e continuou socando a porra escorreu da minha boca escorrendo pelo meu queixo , ele me perguntou safada gostou , balançei a cabeça que sim engolindo aquela porra .

Aquele senhor negro magro com idade pra ser meu pai me comeu a madrugada inteira , fiquei com a buceta arrombada e meu cuzinho também , aquele velho por incrível que pareça fez eu gozar três vezes naquela madrugada , coisa que homem nenhum havia feito .
Olhei o dia estava amanhecendo eu estava daquele jeito , aquele senhor não me poupou naquela madrugada, falei pra ele que tinha que ir embora , contudo ele ainda chupou gostoso minha buceta adorei e chupou mais meus seios.
Me arrumei um pouco e saí dali chegando em casa fui diretamente para o banheiro tirei a calcinha melada me agachei abri as coxas nunca vi tanta porra que escorreu de minha buceta caindo ao chão ,em seguida tomei um banho e fui dormir realizada.

Obr

3 1 vote
Avalie esse conto:
158 views

Contos Porno relacionados

Comentários

guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
© 2022 - Contos porno
0
Clique aqui para comentar esse conto!x