Mamando o pau no intervalo do trabalho

Me chamo Carla, tenho 25 anos, sou loira e neste conto erótico vou relatar como terminei mamando o pau do negão no intervalo do trabalho.

No meu trabalho tem um homem que chamamos de negão pois ele é um negro bem parrudo, negão sempre deu em cima de mim mas eu nunca dei muita atenção a ele.

Teve um dia que eu estava muito na seca, já se fazia um mês que eu não transava e eu estava subindo pelas paredes, pronta para dar para qualquer um.

Deu meio dia fomos almoçar eu e o negão dentro de uma sala do trabalho (nós levamos o almoço para comer no trabalho).

Almoçamos normalmente e nos deitamos lá para descansar enquanto não dava a hora de voltar a trabalhar. Em determinado momento eu olhei para a calça do negão e vi que seu pênis estava ereto.

Estava tanto na seca que só em olhar fiquei com tesão, perguntei o que é isso negão, ele falou você sabe, eu disse sei sim, mas porque está assim? Ele respondeu que faz parte, tem hora que sobe sozinho e perguntou se eu queria ver.

Mamando o pau do negão

Ele perguntou se eu queria ver, eu respondi que sim, ele botou seu pau para fora, nossa, que pau grande, grande e bem grosso, me animei toda.

Cheguei perto e dei uma lambida na cabecinha, ele se contorceu todo, depois bati uma punheta e chupei bem gostoso botando o pau todo dentro de minha boca enquanto ele puxava meu cabelo.

Minha vontade era sentar naquele pau grosso mas quando o negócio foi ficando bom um colega de trabalhando da gente entrou na sala e atrapalhou tudo.

Acabou que naquele dia eu terminei apenas mamando o pau do negão mas sei que qualquer dia eu ainda vou acabar dando uma surra de buceta nele.

Mamando o pau
Mamando o pau