Meu amante safado me amarrou e me fodeu gostoso

Oi apreciadores de contos eróticos, hoje vou contar como foi o dia em que meu amante safado me amarrou e me fez chegar a vários orgasmos.

Meu nome é lu tenho 44 anos e a quase 5 anos tenho um caso bem pervertido com homem casado chamado Marcelo, moreno lindo safado e gostoso com jeito de olhar que tira meu juízo, ele tem 40 anos e uma safadeza que mudou tudo que eu pensava sobre sexo, eu vivia procurando a transa perfeita pois ninguém conseguia me satisfazer, era sexualmente frustrada e nele achei tudo isso.

A química entre nós dois foi imediata e a sede por sexo insaciável, tive muitas outras experiências sexuais mas sou capaz de contar no dedo quantas vezes eu gozei na vida antes de conhecer ele, no nosso primeiro encontro ele me fez gozar num beijo, beijo esse que me excita até hoje mas o que eu quero contar para vocês foi uma das deliciosas experiências diferente que tive com ele a uns dois anos e meio atrás.

Nós fomos para um motel aqui perto de casa, é muito raro irmos pois nosso forte mesmo é nos arriscar em lugares que dê pra gente fazer nossas safadezas a qualquer hora, no meu bairro não tem um canto onde não fomos seja de carro, moto, na calçada, qualquer lugar escondidinho, enfim quando a gente chegou tava tudo perfeito e com a gente sempre foi tudo inesperado, em quase 5 anos nunca teve rotina.

Sempre damos um jeitinho de inovar, fazer coisas diferentes e realizar todas as nossas fantasias, mas esse dia foi maravilhoso, a gente começou como sempre no sexo oral que aliás é bom até hoje, ele me deitou na cama, abriu bem minhas pernas deixando minha buceta toda aberta, começou a me chupar de um jeito que fazia com que meu corpo todo tremesse de tanto tesão.

Depois escorregou aquela boca quente e deliciosa para o meu rabo que a essa hora estava pedindo pra ser penetrado e explorou todo com a língua me levando a loucura, depois chupou minha buceta até eu gozar na boca dele que meus sentidos quase sumiram, e depois foi a minha vez de cuidar do meu amante delicioso.

Coloquei aquele cacete lindo pra fora das calças já todo babado de tesão e me deliciei com aquele membro delicioso que se eu pudesse não tirava da minha boca de tão suculento que é, de vez em quando engolia aquele cacete até ele desaparecer na minha boca descia até às bolas e sugava uma de cada vez e de vez em quando engolia as duas de uma vez, depois ele me virou de bruços amarrou os os meus braços pra trás me deixou imóvel só com as pernas livres.

Meu amante safado me amarrou

Ele me colocou de 4 com minhas mãos presas, eu não tinha como me mover então fiquei a mercê dele e com a mão começou a dedilhar minha buceta e meu cu me causando tremores, aquilo estava me deixando maluca, eu estava quase implorando que ele me comesse, queria sentir o pau dele na minha buceta e no meu rabo, depois de muita tortura ele se posicionou atrás de mim e enfiou tudo na minha buceta.

Não sei contar quantos orgasmos seguidos meu amante safado me deu só sei que meu corpo estava todo anestesiado, já não me controlava mais, sai de mim então ele tirou o cacete da minha buceta e pude sentir aquele cacete quente deslizando no meu rabo querendo entrar e foi entrando gritei de dor, reclamei que tava doendo mas era uma dor tão gostosa que eu não queria que ele parasse de jeito nenhum, eu senti aquele cacete me rasgar inteira e logo depois aquela dor deu lugar ao tesão, ao prazer, eu não conseguia parar de me mexer, eu queria que ele ficasse com mais força, pedia pra ele foder com força e de repente ouvi a respiração dele acelerar seu cacete latejava e senti ele gozando aquilo foi excitante demais.

Depois fomos tomar um banho e voltamos pro quarto, e quando pensei que tinha acabado meu amante safado novamente veio brincar com minha buceta, mais confesso que eu estava esgotada, mais tesão era muito grande eu queria mais, então me abri inteira pra ele achando que ele iria só me fazer feliz, mas não, ele foi introduzindo os dedos na minha buceta e foi forçando a entrada, pensa numa dor indescritível, e não foi mais indescritível ainda quando dei por mim aquela mão enorme tava inteirinha dentro de mim buceta.

Confesso que tive vontade de pedir que ele tirasse mas o desejo e o tesão era maior, tenho orgasmos todas as vezes que fazemos as nossas loucuras, nossas safadezas, mas naquele dia eu gozei muito a ponto de molhar o lenço, depois fomos para casa ele para a casa dele e eu para minha, e naquele dia eu não fui capaz de fazer mais nada fiquei largada na cama e uns dias toda dolorida mas gozava toda vez que eu lembrava, esse dia tivemos muitas outras aventuras que uma hora eu conto.

Meu amante safado
Meu amante safado