Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos porno » Contos eróticos de corno » Minha esposa fez uma pergunta e aí descobrir que era corno

Minha esposa fez uma pergunta e aí descobrir que era corno

Publicado em 5 de janeiro de 2023 por Cafetão

É com muita satisfação que venho fazer meu relato, como foi que descobrir que era corno, me chamo Fernandes, tenho 58 anos, ela se chama Silvania, 32 anos, ela não é loira, e sim branquinha, tem uma fogo muito grande na buceta, não fica dois dias sem transar, como eu tenho 58 anos, não tenho mais aquela tesão de mais novo devido a idade, assim também o tempo de convivência e virou rotina, à alguns anos atrás ela comprou um pênis de silicone, não sei porque, ela comprou um de cor preto, acontece que algumas vezes depois da gente terminar de transar, ela termina se masturbando com esse pênis, eu fico observando ele meter todo esse pênis e gozar bastante, e por várias vezes eu passei a imaginar ela transando com outro, e com isso passo a me masturbar olhando ela metendo o pênis preto dentro dela, meu pau fica duro demais vendo essa cena ela pernas abertas e eu imaginando um outro pau entrando na bucetinha dela.

Já pensei em falar pra ela que tinha vontade de ver ela transando com outro, porém ficava com medo da reação dela, e só vim saber no último dia 11/12/2022, quando nós fomos para a confraternização da clinica onde ela trabalha como fisioterapeuta na cidade vizinha, são duas cidades uma ao da outra, chegamos por volta das 11:00 horas e ficamos até as 17:00 horas, no retorno para nossa casa, levei ela ao motel para completar o dia, logo que chegamos em casa ela me perguntou porque nós não tínhamos para a pousada KISS novamente, depois que ela fez essa pergunta olhou pra mim rapidamente e ficou pálida, nessa hora falei pra ela que nós nunca tínhamos ido nessa pousada, e como ela sabia desse motel e com quem ela tinha ido, então sentei ao seu lado, acalmei e pedi que ela me falasse a verdade, que não iria ficar com raiva, nisso aproveitei o embalo e falei que sentia muita tesão quando ela metia o pênis de borracha dentro dela, eu ficava me masturbando imaginando que ser outro cara comendo ela.

Ela olhou pra mim e falou que depois falaria, deixasse ela se acalmar, nessa hora mudei de assunto e ficamos conversando outras coisas, na hora que deitamos para dormir, procurei saber: e então amor, pode me contar agora, é verdade que você saiu com outro para para essa pousada KISS? ela balançou a cabeça confirmando, eu quis saber de todos os detalhes, e para deixar ela bem tranquila, eu dei um beijo nela e passei a alisar os bicos dos seios e depois a bucetinha, fazendo ela ficar bem a vontade para me relatar tudo, depois de alguns minutos alisando a bucetinha, ela começou a relatar, disse que tinha sido com um rapaz por nome de Charles, esse cara é o acompanhante do irmão que é paciente dela, que esse rapaz era muito educado, moreno, da mesma idade dela, se vestia bem, falou que era muito cheiroso, e que tudo tinha começado quando ele foi levar seu irmão na clinica, já que o irmão dele era um adolescente, falou que logo assim que ele entrou no consultório, ela sentiu uma atração muito forte por ele, que no inicio ficou com medo dele desconfiar e interpretar de outra forma, e logo que terminou a consulta, ela mandou ele remarcar o retorno com oito dias depois, e com oito dias depois que foi no dia 09/12/22 lá estava ele novamente.

Ela me disse que dessa outra vez ele ficou mais a vontade, e que depois do exame ficou conversando com ele, foi aí que ela deu a cantada, falou que até que enfim sextou, e não via a hora de sair do trabalho para ir tomar um vinhozinho pra relaxar, e nisso fez o convite a ele, como nesse dia eu estava viajando de retorno pra casa, só chegaria por volta de meio dia, ele aceitou e pegou o contato dela e colocou na agenda e mandou um zap, ela fez a mesma coisa, agendou o numero dele e ficaram de se encontrar a noite, ela me disse que não conseguiu mais trabalhar na parte da tarde, só pensando nele, falou que era um deus do ébano, quando saiu a noite, correu pra casa, tomou um banho se depilou, deixando a buceta bem lisinha, colocou um vestido preto cami gola, uma minúscula calcinha, pegou o carro e por volta das 20:00 horas foi ao encontro dele, se encontraram numa conveniência de um posto 24:00 horas.

Lá ela deixou o carro e entrou no carro dele, nesse momento ela falou que ficou muito nervosa, era a primeira vez que ela saia com outro cara depois de casada, e só depois que tomou o vinho ficou mais tranquila,e em seguida foram para um restaurante, lá ele pediu um vinho nicola catena, e bolinhos de bacalhau e iscas de peixes, ela me falou que nunca visto uma pessoa tão chic, ela me disse, olha amor, não estou querendo lhe desvalorizar, mais ele me impressionou bastante, e no restaurante falaram de várias coisa, inclusive que ela era casada, e que eu estava viajando a mais de oito dias, depois que terminaram, eles entraram no carro e saíram, logo adiante ela me falou que ele parou o carro, desligou e passou a beijar, ficaram por alguns minutos se beijando até que ele falou: vamos para um lugar bem a vontade, pode ser? ela aceitou e foram para essa pousada KISS, quando entraram, eles já foram se agarrando, e, enquanto se beijavam, ele desceu as alcinhas do vestido dela deixando os seios de fora, em seguida ele passou a chupar os peitinhos de Silvania, ela me falou: amor, na hora que ele passou a chupar meus seios, sentir uma cachoeira saindo de dentro da minha buceta, então não queria perder mais tempo e desabotoei a calça dele e não acreditei não espessura do pau dele.

Foi aí que pensei, será que vai entrar em mim, ele bem educado foi baixando meu vestido e depois minha calcinha, quando eu estava nua, ele passou a me admirar, chegando ao ponto de dizer que nunca tinha visto uma mulher tão completa, e em seguida me deitou na cama, terminou de tirar as suas roupas e foi se deitando por cima de mim, passou a chupar meus seios novamente, e, enquanto chupava meus seios, com uma das mãos foi alisando minha buceta, ficou nesse movimento por alguns minutos e foi descendo até chegar na minha buceta, ele foi metendo a língua por cima e nessa hora eu já estava delirando, ele me chupou com muita habilidade que logo em seguida gozei, e quando viu que eu já tinha gozado, saiu de cima, pegou um preservativo e me deu, nesse momento tive amor que retribuir o prazer a ele, abracei com a mão aquela tora e fui aos poucos passando a língua, não conseguia fechar a mão, e muito menos colocar o pau dele na minha boca, então tive que ficar só passando a língua e chupando a cabeça, depois de alguns minutos fazendo isso, ele se levantou, tentei colocar o preservativo, mais não conseguia, e nessa tentativa a minha unha rasgou, ele pegou uma outra e ele mesmo colocou, o pau dele é tão grosso que ficou apertado dentro da camisinha.

Em seguida ele voltou a me deitar lentamente e foi se deitando por cima de mim, então ela me disse, amor nessa hora fiquei com medo, será que via entrar em minha bucetinha, ele foi encaixando lentamente a cabeça, foi metendo dentro da minha buceta, e quando já tinha entrado uma pouco eu sentir minha bucetinha sendo rasgada, amor, doeu um pouco, Charles muito experiente foi aos poucos metendo até entrar todo, quando estava todo dentro, ele foi lentamente fazendo os movimentos até eu ficar acostumada com aquela tora, e me falou novamente: amor, parecia que eu ainda era virgem, ficamos nessa posição até que eu comecei a gozar com o pau dele dentro de mim, em seguida Charles quando viu que eu estava gozando, acelerou os movimentos até começar a urrar, nessa hora ele saiu de cima, tirou a camisinha e jorrou por cima da minha buceta, em seguida ele metia os dedos melado do leite dele dentro da minha buceta, quando ele começou a fazer isso eu já estava com tesão, e só fiz abrir as pernas pra ele me masturbar, queria gozar de todas as formas com ele, ele não descansou, acelerou os movimentos dos dedos e não demorou muito e gozei mais uma vez, em seguida caímos exaustos e bem saciados, não tivemos coragem de se levantar para tomar banho, dormimos um pouco e acordei por volta das cinco horas da manhã com ele alisando minha buceta, nisso pedir a ela licença fui ao banheiro, me lavei e retornei para a cama, ele só fez me colocar de quatro, pincelou a cabeça na entradinha da minha gruta, só que dessa vez sem preservativo.

Charles foi encaixando aquela tora de novo até entrar todo, e nessa posição e novamente voltei a sentir uma dorzinha me rasgando, amor: depois que já estava dentro me acostumei e meu garanhão passou a fazer os movimentos, e mais uma vez ela falou que sem preservativo estava bem melhor, sentia ele mesmo dentro dela, ficaram uns dez minutos e nós gozamos juntos, demos um tempo e fomos tomar banho, pedimos a conta e saímos, chegamos no posto, demos uns beijinhos de despedidas peguei meu carro e vim pra casa, cheguei em casa era uma sete horas, tomei outro banho e fui dormir, quando acordei era uma hora da tarde, com a buceta toda dolorida mais satisfeita, e foi aí que fiquei preocupada que talvez você descobrisse que eu tinha transando com outro devido a abertura da minha buceta, no outro dia que você chegou, fomos transar e como você não falou nada, eu pensei, meu amor não descobriu, e se não fosse o vacilo do nome da pousada, você não iria saber, foi aí que falei pra ela que foi o momento exato, e também tinha vontade de falar que tinha esse sonho de vê ela transando com outro, por enquanto só estou sabendo, já mandei ela sair com Charles novamente, e desde ontem que minha esposa está transando com ele no motel, agora a pouco eu liguei pra ela, ela demorou á atender, e para não dá na pinta, ela disse que estava dormindo, desde a hora que ela entrou no motel, que eu me masturbo imaginando ele de pernas abertas recebendo o pau de outro, parei agora a pouco para fazer o conto, quero que ela seja bem feliz.

0 0 votes
Avalie esse conto:
447 views

Contos Porno relacionados

Comentários

guest

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Olegario21
Olegario21
15 dias atrás

Era Côrno, agora é cuckold, leva chifre e gosta.

© 2023 - Contos porno
1
0
Clique aqui para comentar esse conto!x