Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos porno » Contos de incesto » O dia que encontrei minha neta na casa de swing

O dia que encontrei minha neta na casa de swing

Publicado em 17 de janeiro de 2023 por Paulo Souza

Sou viúvo e tenho 60 anos, tenho um filho de 41 anos e uma neta de 20, moro sozinho, e sempre frequento casas de swing, mais precisamente uma próxima de casa que uma chácara. Não costumo receber muitas visitas, além da minha neta Giulia de 20 anos que faz faculdade perto de onde moro, por isso tenho bastante tempo livre, vou contar como encontrei com ela naquela casa de swing.

Num sexta feira a noite fui até lá me diverti, sentei no bar bebi um pouco e fui para onde a atração que mais gostava da casa ficava, as cabines de Gloryhole. São cabines semelhantes a provadores de loja de roupa, elas possuem buracos em todas as paredes, casais, mulheres e gays entra na cabine, enquanto os homens do lado de fora, colocavam os paus nos buracos, pra serem “entretidos” por quem estiver dentro.

Fui até lá, estava bem movimentado, não costumo olhar pelos buracos os rostos das pessoas dentro da cabine, prefiro que sejam desconhecidas. Perguntei a atendente da entrada da sala das cabines quais estavam funcionando e ela me apontou uma e disse que duas moças acabaram de entrar nela. Fui lá abaixei a calça e coloquei o pau no buraco esperando receber a atenção de uma, até que sentir meu pau sendo abocanhado e ser sucado de uma forma muito deliciosa.

Foi ficando bem babado, os outros dois homens que estavam usando os buracos da cabine foram gozando e saindo, menos eu pós sempre tomava Viagra antes de ir lá. Depois de um tempo sentir outra boca no meu pau. Outros vinham naquela cabine, mas elas não deram atenção até eu gozar, depois de um tempo eu de dentro da cabine. “-Pode vim!”, “-Vem pode entrar”.

Elas abriram a porta da cabine pra mim e então me deparo com minha neta Giulia, ela era uma das bocas, me assustei no início mas ela não, assim que entrei e fechei a porta, ela disse em tom descontraído:

– Oi!, você por aqui!, tudo bom!- Eu respondi positivamente.

Junto com ela estava outra mulher que ela me apresentou sendo Larissa amiga da faculdade dela. Ela me falou brincando que elas notaram que meu pau era de um coroa, e por isso ficaram só no meu deixando os outros de lado.

Me perguntaram se ja tinha gozado ou se queria mais, eu respondi que sim. Giulia disse que Larissa poderia me ajudar com isso. Pedi drinks pra nós e continuamos, minha neta foi pros buracos e a amiga me ficou comigo no sofá dentro da cabine.

Me chupou por mais algum tempo e logo chupei a buceta, Giulia veio e logo também abocanhou o pau também, enquanto chupava Larissa. No fim as duas novamente dividiram meu pau até eu gozar no rosto delas, deixei espirrar um pouco no óculos de Giulia, mas ela bebeu, Larissa recebeu tudo na boca, as duas engoliram tudo e mostraram a língua sem nada.

Ficamos conversando um pouco, combinamos de manter segredo e dei carona até o apartamento delas.

0 0 votes
Avalie esse conto:
489 views

Contos Porno relacionados

Comentários

guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
© 2023 - Contos porno
0
Clique aqui para comentar esse conto!x