Suruba na favela entre amigos e amiga

Me chamo Fábio, já participei de uma suruba na favela e neste conto erótico vou falar para vocês como foi essa putaria louca.

Era sexta-feira, eu, um amigo e uma amiga saímos da faculdade e fomos direto para a balada encher a cara e curtir a noite.

No final nós estávamos bebaços e acabamos indo para a cada do meu amigo que morava sozinha em uma casa na favela.

Chegou lá fomos dormir na mesma cama, eu, ele e a nossa amiga que foi para a balada com a gente.

Suruba na favela

Eu já estava dormindo quando senti uma mão apalpando o meu pau, olhei para o lado e era a minha amiga, ela estava apalpando o meu pau e o pau do meu amigo ao mesmo tempo.

– O que é isso? Perguntei.

– Quero foder com vocês dois. Respondeu ela.

– Mas você tá bêbada, vai dormir que é melhor. Falei.

– Não, eu quero muito dar para vocês. Ela falou.

Depois disto ela veio para cima de mim já me dando um beijo, não tive como negar, ela beijava e rebolava, tudo isso com meu amigo dormindo ao lado.

Nós tiramos a roupa e começamos a foder loucamente, sem camisinha nem nada, a transa foi ficando boa e o meu amigo acordou.

Ele ficou sem saber o que estava acontecendo e sem saber o que fazer, quando ela viu que ele estava acordado já foi saindo de cima de mim e indo para cima dele. Ele não entendeu nada mas foi deixando rolar, ela beijou ele e depois tirou a roupa dele.

A safada pagou um boquete nele e depois voltou a sentar no meu pau enquanto ele ficou de lado um pouco, eu apertava os peitos dela e ela sentava com mais força, me fez gozar rapidamente.

Depois de me fazer gozar ela ainda não estava saciada e foi para cima do meu amigo, fiquei de lado apenas assistindo ela sentando no pau dele e gemendo, foi um tesão, parecia um filme porno.

Depois que meu amigo gozou ela ainda ficou na cama batendo uma siririca e olhando para gente com aquela cara de vadia, assim terminou a suruba na favela.

Eu achei que era coisa de bêbada mas no outro dia ela falou que realmente queria dar para nós dois, isso me tranquilizou de certa forma.

Suruba na favela
Suruba na favela