Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos porno » Contos de incesto » Troca-troca incestuoso I

Troca-troca incestuoso I

Publicado em 17 de outubro de 2022 por Helga Shagger

Embora ele fosse trinta e cinco anos mais velho, Leilane tinha uma compulsão desvairada pelo imenso e grosso penis que ela tenta engolir todinho, mas sem sucesso. Jardel é o dono dessa esplendida monstruosidade que se aloja dentro da boquinha da belíssima ninfeta de corpo escultural nos seus dezoito aninhos.Leillane está noiva do jovem prefeito daquela pequena mas próspera cidade do sul de Minas.

A quilômetros dali, outro cinqüentão arfa e grune de intensa tesão,  tentando penetrar mais um centímetro de sua língua no cusinho de Ylena. Ela está com dezenove anos e está noiva também.

– Aaaaiiimm! Mete agora, mete! Va…vam vamos fazer… pele com pele!

Após  tirar a língua da entrada do anus de Ylena,  Yuri dá uma longa lambida que vai da xaninha ao cusinho dela.

Ylena está deitada de bruços, mas consegue se torcer um pouco, pegando a musculosa rola de seu macho de aparência nórdica e passa a pincelar  a entrada do próprio anus. Yuri  observa  como se fosse um tarado esperando, com o coração batendo como um tarol, o momento de invadir o cusinho dela.

Não agüentando mais, Yuri cobre a mão de Ylena com a sua e direciona a bolotuda glande para além do anelzinho rosado  da bela ninfeta, soltando um urro que se assemelhava ao rugido de um gorila.

Igual rugido é dado por Jardel quando ele expele uma avalanche de esperma dentro da boquinha de Leilane.

Já saciados, Yuri e Ylena estão prestes a tomarem um banho. Antes porém,  ele para diante do vaso pra urinar.

– Deixa, deixa eu… eu segurar! – pede Ylena já segurando a jebona.

Uma sensação prazerosa é o que sente  ao ter a torona vibrando em sua mão enquanto seu viking urina.

Meia hora depois já vestidos e relaxando na imensa sala da mansão fazenda de Jardel, s bela ninfeta prepara um drinque para seu garanhão de cabelos grisalhos.

– Amanhã vou receber um empresário que quer investir aqui no haras. Na verdade ele comprou um cavalo árabe e não tem onde alojá-lo!

Junior, o noivo de Ylena, está esparramado no sofá com a cabeça apoiada num dos ombros de Ylena. O viking pergunta se ele quer um drinque.

– Pode ser… pode botar um pouco de suco de laranja!?

– Vodka com suco de laranja!? Isso é drinque pra mulher!! – exclama Yuri sorrindo.

– Deixa de ser machão, seu Yuri! O que bebemos não importa e sim como satisfazemos as mulheres… né querida!?

– É sim, meu amor! Amo cada vez mais o teu comportamento de homem sensível!

– Ok. Amanhã vou até uma fazenda no sul de Minas pra hospedar meu cavalo lá! Voces querem ir comigo?

– Vou deixar pra próxima, Yuri! Amanhã começa o campeonato de surf em Saquarema e já estou inscrito lá! Voce vem, né amor?

– Puxa, queridinho! É tão monótono ficar horas e horas sentada na areia… só observando…

– Bom… então acompanha o Yuri!!

No pequeno aeroporto o jatinho executivo pousou. Jardel já estava esperando na pista. Ficou surpreso quando viu o imenso loiro acompanhado de uma bela jovem de cabelos negros, pele cor de pêssego maduro  e de corpo escultural, longe dos de modelos magrelas e sim como sambistas popozudas.

– Ela é muito jovem pra ser esposa dele. Deve ser putinha de programa! – pensa Jardel.

Algumas horas depois de tudo acertado, todos estão jantando inclusive o noivo de Leilane. Jardel e Yuri vão pra penumbra da varanda para fumar e também abastecidos de bebidas.

Lá pelas tantas os dois estão dando risadas das piadas que contam quando o noivo de Leilane vem se despedir.

– O quêêê!? Já vai!?? Amanhã é sábado!

– Tem alguns assuntos pendentes que quero concluir junto com os vereadores…

Yuri conta  do seu recente divórcio. Jardel descreve como foi estressante seu, cinco anos atrás.

– Quer dizer que estamos “viúvos”!? – exclama Jadel

– Mais ou menos isso!

– Eu… de uns dois anos pra cá tô pegando uma ninfeta espetacular! Vejo que voce também!!

– Bem…não bem isso…

– Não entendi! Voce não está pegando aquela belezura!??

– Sim sim! Claro que estou! Vamos lá! Me conta um segredo teu bem pecaminoso e eu conto o meu!

– Huuumm! Eu acho que já estou imaginando! Ela é tua filha! E voce come ela!! Voce não tá só, Yuri! Como voce sabe, Leilane é minha filha é ela é a ninfeta que já venho comendo há dois anos!!

– Vamos brindar a isso! Então não preciso dormir em quarto separado da Ylena!?

De repente os dois pararam de falar e ficam olhando pra frente fumando seus charutos. A porta se abre e Ylena, enquanto caminha até ao pai, Leilane fica parada no umbral, esperando o que sua nova amiga vai dizer ao pai.

Sem que nenhum dos dois esperasse, Ylena senta-se no colo do pai e o beija apaixonadamente na boca. Os olhos de Jardel se arregalam ao ver a cena.

– Podemos trepar a vontade sem constrangimento do que seja incestuoso e pecaminoso, papai!  Ylena me contou sobre o pai dela e eu contei sobre nós! – Esclarece a filha de Jardel.

Ela se aproxima do pai, se inclinando o beija languidamente enquanto ao mesmo tempo vai lhe abrindo a barguilha. Com destreza,  Leilane  saca a torona do pai. Interrompe o beijo e se agacha por entre as pernas dele e tenta novamente engolir toda aquela monstruosidade.

Ylena e seu pai se surpreendem com a rapidez com que Leilane tomou as rédeas da ação. Com metade da rola do pai dentro da boca, ela desvia o olhar pra Ylena e faz um sinal com a cabeça para que venha se juntar a ela.

Em segundos estão as duas se beijando com a glande de Jardel entre os lábios delas. Em seguida, Ylena passa a querer o rolona só pra ela.

Leilane deixa que sua amiga tenha seu momento de glória e sai engatinhando até se posicionar entre as pernas de Yuri. Logo todo a rolona dele desaparece dentro da boca e da garganta da filha do Jardel.

Leilane exulta de prazer e satisfação por sentir os bagos daquele gigante lhe ladeando o queixo.

Os dois pais tocam as garrafas de cerveja, saboreando a morna sucção das boquinhas de suas filhas.

Convido meus leitores a visitar meu blog  http://eternahelga.blogspot.com.br/  onde encontrarão esses contos devidamente ilustrados. Obrigada

5 1 vote
Avalie esse conto:
741 views

Contos Porno relacionados

Comentários

guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
© 2022 - Contos porno
0
Clique aqui para comentar esse conto!x