Tente não gozar lendo este conto erótico

Tente não gozar lendo este conto erótico delicioso que eu vou contar para vocês com todos detalhes possíveis, é a história de quando eu dei para dois homens.

Tudo aconteceu em um sábado, eu estava em casa sem fazer nada quando um amigo me chamou no Whatsapp e me convidou para ir para sua casa, beber cerveja com ele e um outro amigo nosso, tomei banho e fui para lá.

Chegando na casa do meu amigo nós ficamos sentados no sofá da sala assistindo um reality show e bebendo cerveja enquanto conversávamos sobre a vida, foi bem legal.

No reality que estávamos assistindo começou a rolar putaria, nisto eu olhei para o lado e vi que um deles estava de pau duro, fiquei toda assanhada com aquilo, morrendo de vontade de sentar naquele pau. As cenas foram ficando cada vez mais quente na TV e eu não me aguentei de tesão, derramei um pouco de cerveja no pau do meu amigo e disse deixa que eu limpo, já passando a mão naquela piroca.

Ele olhou para minha cara e disse que eu era safada, falei que era mesmo, um ficou olhando para o outro e eu no meio dos dois disse que queria foder, eles falaram que eu teria que dar para os dois, eu topei sem pensar duas vezes.

Tente não gozar

Eu tomei a iniciativa, tirei toda minha roupa e fiquei em frente a eles passando um dedo no meu clítoris e falando para eles me foderem, nisto o dono da casa tirou o short e mandou eu sentar nele, falei que primeiro eles tinham que me deixar molhadinha, aí o outro veio para trás de mim e ficou chupando meu pescoço e acariciando minha xota.

Quando minha xoxota ficou molhada eu fui para cima do dono da casa e fiquei sentando na sua pica e lhe dando beijos bem gostosos, o outro para não ficar de fora veio para trás de mim e ficou comendo o meu cuzinho e chupando o meu pescoço por trás.

Que sexo maravilho, o final foi os dois gozando em mim, um gozando dentro da minha buceta e o outro gozando dentro do meu cuzinho, eu, claro, cheguei ao orgasmo também, foi minha primeira suruba e primeira dupla penetração.

Tente não gozar
Tente não gozar

Agora tente não gozar também vendo estes outros contos: